Skip to Store Area:

Horizonte Educação e Comunicação

Você está agora em:

A Arte da Reciclagem

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

A Arte da Reciclagem

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$44,90
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

Nos tempos em que o planeta luta para reverter o ritmo do aquecimento global, uma nova classe de trabalhadores emerge da economia marginal e conquista espaços no mercado, tornando-se uma mão-de-obra cada vez mais valorizada. Tratam-se dos catadores de materiais recicláveis, que se somam nessa empreitada aos operários das indústrias especializadas em transformar em novos produtos o que é descartado como resíduo após o consumo pela população.

CLIQUE AQUI PARA VER PÁGINAS EM PDF


Autor: Sérgio Adeodato
Fotos: Paulo Fridman
112 p., 21X21 cm.
ISBN: 978-85-88031-25-8
Preço: R$ 44,90
Áreas de interesse: Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Versões: português

CLIQUE AQUI PARA VER PÁGINAS EM PDF

O Livro

Nos tempos em que o planeta luta para reverter o ritmo do aquecimento global, uma nova classe de trabalhadores emerge da economia marginal e conquista espaços no mercado, tornando-se uma mão-de-obra cada vez mais valorizada. Tratam-se dos catadores de materiais recicláveis, que se somam nessa empreitada aos operários das indústrias especializadas em transformar em novos produtos o que é descartado como resíduo após o consumo pela população.

Organizados em cooperativas de norte a sul do país, esses personagens multiplicam histórias de vida, experiências humanas de quem não tinha alternativa de subsistência e encontrou na reciclagem de papéis, vidros, plásticos, alumínio e embalagens em geral um meio digno de sustento.

Captados pela sensibilidade artística do fotógrafo Paulo Fridman, os coletores de materiais recicláveis participam de uma história que une cidadãos, governo, empresas e instituições da sociedade civil em busca da uma vida melhor nas cidades. Nesse cenário, leis e campanhas contra o desperdício e a favor do reaproveitamento do que antes era relegado como lixo se somam a um fator essencial: as novas tecnologias que surgem para ampliar ainda mais esses benefícios. Entre os destaques, está o método pioneiro, totalmente desenvolvido no Brasil, para a reciclagem das embalagens longa vida, que protegem diversos alimentos e estão cada vez mais presentes nas prateleiras dos supermercados.

Contada no estilo de uma grande reportagem pelo jornalista Sérgio Adeodato, a trajetória dessa indústria em expansão e de seus trabalhadores envolve um debate que vai além dos desafios urbanos. Inclui a reflexão sobre os atuais padrões de produção e consumo e sobre o valor que têm os resíduos gerados por eles. Por fim, lança luzes para uma questão urgente, que exige consciência e responsabilidade, essenciais à sobrevivência do próprio planeta.

Sobre os Autores

O jornalista carioca Sérgio Adeodato transita nas áreas de ciência, tecnologia e meio ambiente na grande imprensa. A partir dessa experiência, o autor tem acompanhado os debates e as ações em torno da reciclagem dentro do contexto global das emergências socioambientais. Com passagens pelos jornais O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil e Gazeta Mercantil, o jornalista foi editor na revista Globo Ciência (hoje Galileu) e participou do projeto de criação da revista Época, onde atuou durante quatro anos. Como editor na revista Horizonte Geográfico, função que desempenha atualmente, o autor conquistou diversos prêmios de jornalismo, com destaque para o Prêmio Ethos de Jornalismo (2005), o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica (2007), o Prêmio Docol/Ministério do Meio Ambiente de Jornalismo (2005 e 2007) e o Prêmio Bracelpa de Desenvolvimento Sustentável para Jornalistas (2007).

Paulo Fridman é um dos fotógrafos brasileiros mais requisitados no exterior, com cerca de 300 capas de revistas como Time, The New York Times, Newsweek e Forbes. “É muito gratificante fotografar o trabalho de quem vive da reciclagem. Nunca tinha feito algo voltado a esta importante prática, que tem como finalidade dar continuidade ao ciclo”, relata o fotógrafo.

Frete Grátis Não
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.